Home

Árvore de Consciência

Harmonizamos

O meu Menu

login

Quem está em linha

Temos 13 visitantes em linha

Subscrever newletters



A bagagem de cada um! PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

Bagagem

 

Quando a sua vida começou, tinha apenas uma mala pequenina de mão… À medida que os anos foram passando, a bagagem aumentou porque recolheu pelo caminho muitas coisas, coisas que pensou serem importantes…

A um determinado ponto do caminho, começou a ficar insuportável carregar tantas coisas; pesava demais…

Então, é preciso escolher: ficar sentado na beira do caminho, à espera que alguém o ajude, o que é difícil, pois todos os que passaram por ali já tinham a sua própria bagagem, ou pode ficar a vida inteira à espera, até que os seus dias acabem, ou pode optar por aliviar o peso, esvaziar a mala.

Mas, o que tirar? Comece a tirar tudo para fora…

Veja o que tem dentro: Amor, amizade… perceba que agora aparece algo pesado… Faça força para tirar…

Era a raiva - como ela pesa!

Então continua a puxar, a puxar e aparecem a incompreensão, o medo, o pessimismo…

Neste momento, o desânimo quase o leva para dentro da mala.

Mas puxe-o para fora com toda a força e, no fundo, aparece um sorriso, sufocado no fundo da bagagem…

Aparece outro sorriso e mais outro. E aí, vê a felicidade…

Então, coloca as mãos dentro da mala de novo e tira para fora a tristeza…

Agora, vai ter que procurar a paciência dentro da mala, pois vai precisar bastante…

Procure então o resto: força, esperança, coragem, entusiasmo, equilíbrio, responsabilidade, tolerância e o bom e velho humor.

Tire a preocupação também. Deixe-a de lado. Depois, pensa o que fazer com ela…

Bem, e neste momento, a sua bagagem está pronta para ser arrumada de novo. Mas, pense bem o que vai colocar lá dentro de novo, hein? Agora, é consigo!

E não se esqueça de fazer isto mais vezes na vida, pois o caminho é muito longo…

Termino com a epígrafe da semana:

"Metade dos nossos erros na vida nascem do facto de sentirmos quando deviamos pensar e pensar quando devíamos sentir"
(J. Collins)

 

Texto de:

Maria Luísa Albuquerque

Psicoterapeuta e Hipnoterapeuta

(clique para ver o perfil)

 

Partilhe no facebook

 

Faixa publicitária

 

Participe e deixe o seu comentário ou opinião!

 

Comentários  

 
+3 #1 sideia regina de oli 25-10-2011 14:46
Muito bom o artigo ou texto. A escolha foi de muito bom gosto.
Obrigada,
Sidéia Moraes
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

 

sincronicidades

 

A felicidade é um caminho, não um destino. 

Roy Goodman

 

Profissionais procuram-se